2018/02/12

DCCCLXXXVIII

OPEN DE PORTUGAL 2018
JOÃO ROMANO BRILHA E VENCE 1º PRÉMIO SUB-2000



Decorreu entre os dias 3 e 9 de fevereiro o Torneio de Xadrez Aberto mais forte de sempre realizado em Portugal.
O Open de Portugal fixou pelo segundo ano consecutivo a realização deste Torneio antes da época de Carnaval e saldou-se por um enorme sucesso organizativo e participativo já que figuras do panorama escaquístico mundial mediram forças com quase todos os principais valores do Xadrez nacional absoluto e jovem.
Este evento xadrezístico realizou-se no segundo pavilhão do Complexo Desportivo Municipal do Casal Vistoso, em Lisboa e contou com a participação de 272 jogadores, provenientes de 42 países, destacando-se nesta competição 90 jogadores titulados, entre eles dois atletas do TOP-100 Mundial: o gergiano Grande Mestre Baadur Jobava (2684 pontos Elo, 57.º do ranking mundial) e o russo Grande Mestre Anton Demchenko (2671, 71.º do ranking mundial).
Este Torneio contou com o prize-money de 10 000 euros e deu continuidade ao Circuito Nacional de Lentas da Federação Portuguesa de Xadrez, onde está integrado o VI Torneio Internacional Cidade Famalicão que decorrerá entre os dias 28 de julho a 5 de agosto 2018.

O 1º prémio de 2200 euros foi atribuído ao GM sérvio Aleksandar Indjic, cabeça de série nº 5, sagrando-se o grande vencedor do Open de Portugal 2018 ao totalizar 7,5 pontos nas nove jornadas da prova, os mesmos dos russos GM Anton Demchenko (1400 euros de prémio monetário) e MI Nikita Petrov (alcançou a terceira e definitiva norma de grande mestre e 1000 euros de prémio monetário), mas beneficiou de um melhor desempate para se proclamar campeão do Open, depois de, em 2017, ter sido segundo classificado.
O melhor português no Open foi o MI Rui Dâmaso, que averbou 7 pontos e ficou na 12.ª posição conquistando 100 euros de prémio monetário. Outros seis portugueses terminaram no grupo dos 22.ºs classificados, com 6 pontos. São eles Sérgio Rocha, André Ventura Sousa, Luís Galego, André Fidalgo, Pedro Neves e António Pereira dos Santos.
Este evento escaquístico foi organizado pela FPX e contou com o apoio do Instituto Português do Desporto e Juventude. A arbitragem foi chefiada pelo AI Carlos Oliveira Dias e o diretor de prova foi o Presidente da FPX, Dominic Cross. Foram realizadas 9 sessões, com ritmo de 90 minutos para cada jogador com incremento de 30 segundos por jogada desde o primeiro lance, contabilizadas pela Federação Internacional de Xadrez (FIDE) para obtenção de normas de MI e GM.
O Clube de Xadrez da Associação Académica da Didáxis fez-se representar por 6 atletas e o grande destaque da delegação do delegação do jovem clube famalicense foi para o atual Campeão Distrital Absoluto 2017/2018 João Romano que superou amplamente as expetativas inicialmente traçadas ao posicionar-se em 49º lugar quando era à partida 145º cabeça de série (7º melhor português classificado): 5,5 pontos em 9 possíveis. O jovem atleta famalicense arrecadou um prémio monetário de 90 euros, pois foi o 1º classificado na categoria elo Sub-2000 e na próxima lista de elo FIDE ultrapassará a barreira de elo 2000 alcançando 2024 pontos de elo FIDE.



Os restantes atletas do CX A2D que marcaram presença neste Torneio foram o MN Ivo Dias (69º lugar; 5,5 pontos),  GM Daniel Cámpora (77º lugar; 5 pontos), WCM Mariana Silva (115º lugar; 4,5 pontos), Inês Silva (133º lugar; 4,5 pontos) e Bruno Ribeiro (177º lugar; 4 pontos).

O próximo torneio do CN Clássicas 2017/2018 terá lugar em Coimbra entre os dias 28 de abril e 1 de maio.

OPEN DE PORTUGAL 2018 DE SEMIRRÁPIDAS
IVO DIAS E JOÃO ROMANO BRILHAM

No dia 10 de fevereiro decorreu um dos Torneios de Xadrez Aberto mais fortes, na vertente semirrápidas, da presente época desportiva 2017/2018.
O Open de Portugal SR 2018 reuniu um prize-money de 2000 euros e depois do sucesso na variante de clássicas, o Open de Portugal acelerou para o torneio de semirrápidas com a mesma estrutura organizativa liderada pela FPX, com 170 jogadores em ação no segundo pavilhão do Complexo Desportivo Municipal do Casal Vistoso, em Lisboa.
Desta vez, o vencedor foi o MI cubano Roberto Ledo, 15º cabeça de série, que somou 7 pontos nas oito jornadas da prova levando para “casa” um prémio de 600 euros. Em 2º lugar, com os mesmos pontos do líder e pior desempate, posicionou-se o GM argentino Federico Ponsa (400 euros). Na terceira posição ficou o vencedor do Open de clássicas, o GM sérvio Aleksandar Indjic (300 euros), que assim leva de Lisboa ótimas recordações.
O melhor português neste torneio foi o MI André Ventura Sousa, atual Campeão Nacional Absoluto, que alcançou a 16.ª posição, com 6 pontos, e um prémio monetário de 50 euros (1º lugar Sub-18).

O Clube de Xadrez da Associação Académica da Didáxis fez-se representar por 6 atletas e o grande destaque da delegação do jovem clube famalicense foi para o MN Ivo Dias que se classificou em 22º lugar (40º cabeça de série) e obteve 5,5 pontos em 8 possíveis destacando-se como o 2º melhor português na tabela classificativa geral. Também, com 5,5 pontos, o GM Daniel Cámpora (24º lugar) e João Romano (29º lugar e 1º lugar Sub-2000 com 90 euros de prémio monetário) mostraram que atravessam um excelente momento de forma.


Bruno Ribeiro obteve 4,5 pontos e posicionou-se em 65º lugar; com 4 pontos Inês Silva e a WCM Mariana Silva classificaram-se em 71º e 74º lugares, respetivamente.


Mais informações:

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home