2017/10/22

DCCCLXVII

SUPERTAÇA NACIONAL DE XADREZ 
 

Reportagem Vídeo Famalicão Canal TV


A jovem equipa famalicense, Clube de Xadrez A2D, conquistou, pela primeira vez, a Supertaça Nacional de Xadrez, ao derrotar a Academia de Xadrez de Gaia, por 2,5-1,5, num encontro disputado no dia 22 de outubro na Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco, em Vila Nova de Famalicão. 


A arbitragem e transmissão das partidas esteve a cargo do Árbitro Internacional Paulo Rocha e a direção de prova foi da responsabilidade do Presidente da Federação Portuguesa de Xadrez Dominic Cross. Este evento xadrezístico marcou o arranque da época 2017/2018 e foi organizada pela FPX com o apoio do Instituto Português do Desporto, Associação de Xadrez Distrito de Braga, da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão e do CX A2D.


Os detentores da Taça de Portugal, CX A2D, contrariaram o favoritismo que era atribuído à partida à Academia gaiense - tricampeã nacional e já com oito Supertaças no pecúlio - e surpreenderam, principalmente através do triunfo inicial de Luís Romano sobre o Grande Mestre sérvio Aleksa Strikovic no 3º tabuleiro. No 4º tabuleiro, o Mestre Internacional António Fróis (AX Gaia) ainda se impôs perante Rui Pedro Gomes (CX A2D), mas o MN Ivo Dias alcançou um precioso empate perante o GM búlgaro Vladimir Petkov (AX Gaia) na mesa 2. Desta forma, passadas quatro horas de jogo as atenções ficaram voltadas para a mesa 1 em que o Mestre FIDE Luís Silva (CX A2D) defrontava o atual Campeão Nacional Absoluto de Xadrez, MI André Sousa (AX Gaia) que detém o recorde do mais jovem Campeão Nacional Sénior… De forma gradual e consistente o jovem mestre famalicense Luís Silva levou a melhor sobre o campeão nacional absoluto, o que valorizou ainda mais esta estreia vitoriosa na Supertaça, após quatro horas e meia de jogo em que se viveram emoções fortes até ao último segundo!

A jovem equipa famalicense arrecadou, assim, mais um troféu, que junta à Taça de Portugal 2016/2017 e, em ambos os casos, o CX A2D é estreante na conquista das Taças superando de forma imperial a equipa AX Gaia que é atualmente tricampeã nacional (2014, 2015, 2016) e era trivencedora da Supertaça Nacional (2014, 2015, 2016).




Na cerimónia de encerramento estiveram presentes o Presidente da Associação de Pais e Encarregados de Educação, Paulo Araújo, Presidente da AXDB, Carlos Dias, Presidente da FPX, Dominic Cross, e o Chefe de Divisão do Desporto da CMVNF, Rui Batista. No final todos foram unânimes em considerar que a aposta em jovens valores do xadrez famalicense tem conduzido o CX A2D a afirmar este projeto de formação como uma referência a nível local e nacional com resultados estratosféricos tal como aconteceu nesta competição coletiva, Supertaça Nacional de Xadrez, do “jogo das 64 casas”. De destacar, também, a intervenção na cerimónia de abertura e de encerramento da aluna da Didáxis- Vale S. Cosme, Catarina Guimarães, que declamou um texto de Camilo Castelo Branco, “Talento não é Sabedoria”, no arranque deste evento, e fechou com chave de ouro interpretando de forma sublime e inspiradora o tema musical “O Homem do Leme – Xutos e Pontapés”. Finalmente, aquando da realização dos 4 jogos da Supertaça Nacional de Xadrez, a aluna da Didáxis-Vale S. Cosme, Diana Fernandes, desenhou a carvão um quadro em tempo real do ambiente vivido no Auditório da Biblioteca Municipal que foi o palco deste acontecimento que perpetuará na memória da comunidade xadrezística e famalicense!



Em paralelo, integrado no Programa da organização do evento Super Taça Portugal de Xadrez 2017/2018, decorreu na mesma tarde de 22 de outubro, o I Torneio de Xadrez Rápido na Biblioteca. Deste modo, a participação neste Torneio foi uma excelente oportunidade dos jovens atletas do distrito de Braga e distritos limítrofes terem a possibilidade de defrontarem e conviverem com Mestres do “jogo das 64 casas” em que cada uma das 7 partidas foi disputada com 5 minutos para cada atleta e 1 segundo de incremento por cada lance efetuado. A direção de prova ficou a cargo de Mário Oliveira, Coordenador do CX A2D, e Carlos Dias, Presidente da AXDB, foi o responsável pela arbitragem. O grande vencedor foi Paulo Felizes (Assembleia Figueirense) com os mesmos 6 pontos , mas melhor desempate, que o jovem atleta famalicense Pedro Ferreira (CX A2D). Dominic Cross (AA Coimbra) fechou o pódio absoluto. Os vencedores por escalões foram: Duarte Abreu (2º Sub-10, CX A2D), Pedro Vale (1º Sub-10, Ax Gaia), João Pacheco (1º Sub-12, CX Braga), Carlos Daniel Sampaio (1º Sub-14, CX A2D), Pedro Vieira Carvalho (1º Sub-16, CX A2D), Simão Barroso (1º Sub-18, CX A2D), Alexei Demiantchouk (1º Sub-20, CX Braga), Sofia Carvalho (1º Feminino, CX A2D) e Vítor Carvalho (1º Veterano).

 
Mais informações:

Jornal de Notícias, 23 de outubro de 2017



Diário do Minho, 24 de outubro de 2017

O Povo Famalicense, 24 de outubro de 2017


Cidade Hoje, 26 de outubro de 2017

Cidade Hoje, 26 de outubro de 2017

Opinião Pública, 26 de outubro de 2017

Opinião Pública, 26 de outubro de 2017

Diário de Notícias, 27 de outubro de 2017
 
Rádio Cidade Hoje, 27 de outubro de 2017
Entrevista a Mário Oliveira e Luís Romano conduzida por José Martins.
Vídeo produzido por Rui Pedro Gomes, um dos obreiros desta inesquecível conquista!

 
 
... momentos vividos, jamais esquecidos, recordações, sublimações ...
Vídeo produzido por Luís Cunha, aluno de sempre da Didáxis-Vale S. Cosme (2010-2017).

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home